Corrupção na Petrobras: Acordo milionário nos EUA

A Petrobras (PETR4) aprovou acordos para encerrar onze ações individuais propostas perante a Corte Federal de Nova Iorque, nos EUA. O desdobramento das denúncias de corrupção na Petrobras já havia celebrado acordos para encerrar outras quatro ações individuais propostas na mesma corte, em outubro deste ano.

Os valores dos acordos estão incluídos na provisão de US$ 364 milhões incluída no balanço do terceiro trimestre. Essas onze ações individuais foram consolidadas, para fins de julgamento, com outras doze ações individuais. Existem ainda quatro já extintas por acordo e a class action (ação coletiva) movidas contra a companhia nos EUA.

A companhia já alcançou acordo em mais da metade das ações individuais consolidadas com a ação coletiva. Os termos dos acordos são confidenciais e não constituem reconhecimento de responsabilidade por parte da Petrobras. A estatal continuará se defendendo das demais ações em andamento.

Corrupção na Petrobras Entenda!

Parece que este valor é suficiente para cobrir este acordo de corrupção na Petrobras. Deste jeito, a petrolífera já teria conseguido retirar da ação à metade dos demandantes. Isso claramente é positivo, uma vez que o valor é bem menor do que as estimativas que chegaram a ser especuladas na época (na casa de 10-15 bilhões de dólares).

O ótimo teria sido fazer isto faz meses. Mas não se pode refazer o passado e o importante para os papéis é o que acontecerá daqui em diante.

Portanto, olhando a parte meio cheia do copo, o mercado deveria gostar da notícia hoje, pois sinaliza que um acordo com as autoridades norte-americanas (SEC e DOJ) também poderia estar próximo. Isso facilitaria o processo de recuperação de credibilidade internacional da petroleira e, consequentemente, de turnaround.

Destaca-se reportagem da Folha de São Paulo divulgando que a Petrobras estaria negociando a venda de uma participação em áreas próximas às duas áreas mais cobiçadas no pré-sal brasileiro para a francesa Total (Lula e Sapinhoá, os dois blocos com maior produção do país).


Gostou do nosso artigo? Cadastre-se na nossa Newsletters e fique por dentro de todas as dicas e sacadas para alavancar seus investimentos.

[wysija_form id=”1″]


CLIQUE no link abaixo e COMPARTILHE nosso conteúdo nas redes sociais! Ajude outros investidores!

Flavio Moura

Consultor Financeiro